Oboé

Instrumento de sopro, de formato ligeiramente cônico, feito de madeira (principalmente ébano de grenadilha), com timbre aveludado. Dotado de palheta dupla, fabricada artesanalmente pelo próprio oboísta com uma espécie de bambú, conhecida como cana-da-índia. Trata-se de um instrumento solista e de grande importância em orquestras sinfônicas. O Oboé é o instrumento que afina toda a orquestra.

 

Clarineta

Instrumento musical de sopro. Compreende um tubo, geralmente de madeira, que tem a extremidade em forma de campânula e um bocal cônico com uma única palheta. Têm quatro registros: grave, médio, agudo e super agudo. Os sons são produzidos quando se sopra através da palheta, enquanto os dedos do músico abrem e fecham os orifícios ao longo do tubo.

Corne Inglês

Instrumento de sopro da família do Oboé, também feito de madeira (principalmente ébano de grenadilha) porém mais grave, afinado em fá, ou seja, uma quinta abaixo do oboé. Dotado de palheta dupla, um pouco maior do que a do Oboé, a qual é inserida em um cone ligeiramente curvo, denominado tudel. Quanto ao seu aspecto físico se distingue pelo tubo mais longo, terminado num pavilhão esférico.

Fagote e Contra-fagote

O mais grave dos instrumentos musicais de sopro. Geralmente construído de madeira, constitui-se de um tubo cônico, com um bocal de palheta dupla, onde se localizam oito orifícios e de vinte a vinte quatro chaves. Tem um alcance de três oitavas e meia, partindo do si bemol grave até o ré.